CNH digital já está disponível em todo Brasil

por Anderson Sossela publicado 25/07/2018 10h02, última modificação 25/07/2018 10h02
Versão celular tem o mesmo valor da impressa. Veja como tirar gratuitamente

Gazeta do Povo

A emissão da nova Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e) já está disponível em todo o Brasil, informa o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), empresa responsável pelo sistema.
Assim todos os Departamentos Nacionais de Trânsito (Detrans) do país cumpriram o prazo de liberar o serviço até 1.º de julho. A data do início era 1.º de fevereiro, mas nem todos conseguiriam implementar o sistema a tempo e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) decidiu pelo adiamento.
No momento, a adesão ao CNH-e é baixa, com apenas 139 mil condutores fizeram o download do aplicativo em celulares e tablets. Deste total, cerca de 77 mil se concentram no Rio Grande do Sul, São Paulo e Goiás - no Paraná, são quase 7 mil.
O número é bastante tímido, o equivalente a 0,28% dos quase 58 milhões de cidadãos habilitados para dirigir no Brasil. Segundo o Serpro, mais de 1,2 milhão de downloads do app da CNH-e foram realizados.
Por enquanto, a novidade pode ser adquirida gratuitamente (na maioria dos estados) e tem o mesmo valor jurídico da versão impressa, que continuará valendo normalmente.
A carteira virtual funciona como um aplicativo de celular e pode ser baixada nas lojas oficiais da Apple (IOS) e do Google (Android).
Com o app instalado, o próximo passo é escolher entre usar um certificado digital (pago), que permitirá realizar todo o processo pela internet, ou então procurar um posto do Detran da sua cidade para se cadastrar.
É necessário efetuar o cadastro no Portal de Serviços do Denatran. O mesmo será ativado por meio de um link enviado para o e-mail cadastrado pelo usuário. Posteriormente, o motorista deverá realizar o login no aparelho que deseja ter sua CNH digital.
Na primeira vez que a pessoa entrar no sistema, será necessário criar um PIN para armazenar os documentos com segurança. Somente com o PIN será possível ter acesso às informações guardadas.
Vale lembrar que não portar a CNH ao dirigir é considerado infração leve, com multa de R$ 88,38, inclusão de 3 pontos na CNH e retenção do veículo até a apresentação do documento. Agora, dirigir sem estar habilitado é classificado como infração gravíssima, com multa triplicada, no valor de R$ 880,41.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.