22 de julho: Dia Estadual de Combate ao Feminicídio

por CM Lapa publicado 16/07/2021 13h31, última modificação 16/07/2021 13h31
Data alerta para a necessidade do aprimoramento das políticas públicas de prevenção à violência de gênero

Foi em homenagem à Tatiane Spitzner, assassinada na data de 22 de Julho de 2018 que a Assembleia Legislativa do Paraná instituiu o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio.
A cada ano, a data já mostra grande avanço e aprimoramento das políticas públicas  de prevenção da violência de gênero e do feminicídio, no entanto ainda há necessidade de melhor conscientização da população sobre o assunto.
Nesta semana os vereadores da Câmara da Lapa aprovaram o projeto de Resolução nº 9/2021, que cria a Procuradoria da Mulher, que estabelece dentre as funções das procuradoras, o papel fiscalizador, promoção da saúde através de estudos, palestras e atos que visem a implantação de políticas de apoio às mulheres.
Em breve, todas as informações sobre a procuradoria da mulher estarão disponíveis no site e nas redes sociais da Câmara.

Denuncie!

É importante denunciar ao menor sinal de violência, de modo que a agressão não se torne um feminicídio. O Disque 180 é o principal canal nacional para prestar queixas. Também é possível ligar para o 190 (em casos de fragrantes) e para o 181, que recebe denúncias anônimas no âmbito estadual. Além disso, as vítimas podem fazer o registro do boletim de ocorrência on-line.