Arnoldo Hammerschmidt recebe a Comenda Heróis da Lapa

por anderson — publicado 18/07/2019 16h52, última modificação 31/01/2020 15h19
A solenidade que homenageou o empresário aconteceu na Câmara, no último dia 16/07
Arnoldo Hammerschmidt recebe a Comenda Heróis da Lapa

Vereadores, autoridades e o homenageado

Arnoldo Hammerschmid, empresário lapeano e presidente da Potencial Pretroleo e Biodiesel, recebeu na última terça-feira (16/07), no plenário da Câmara Municipal, a Comenda Honorífica Heróis da Lapa. A honraria é concedida a personalidades que se destacam pelos relevantes serviços prestados ao desenvolvimento cultural, econômico e cívico da cidade da Lapa.
Em seu discurso, o empresário lembrou das conquistas e dificuldades para que suas empresas se consolidassem e serem referências no país. Hoje, a Potencial Biodiesel já representa grande parte da arrecadação de tributos da Lapa e também tem parcela significativa no estado do Paraná.
O vereador e presidente da Câmara, Arthur Vidal destacou a importância de se homenagear um lapeano empreendedor que acreditou e investiu em nosso município. Arnoldo iniciou suas atividades com a Potencial Petróleo em 1994, e hoje conta com mais de 200 postos bandeirados e está presente em mais de 2 mil municípios da região Sul e Sudeste, além da Potencial Biodiesel, inaugurada na Lapa no ano de 2012.

A Potencial Biodiesel

Em 2012, a Potencial Biodiesel iniciou sua operação na Lapa com capacidade de produção aprovada pela ANP de 171,72 milhões de litros de Biodiesel por ano, e 16,2 mil toneladas de glicerina loira.
Em 2016, após ampliação da planta, a empresa passou a ter capacidade produtiva de 382,62 milhões de litros de Biodiesel por ano e 40,93 mil toneladas de glicerina loira, tornando-se uma das maiores usinas do país.
O ano de 2018 foi marcado por mais uma conquista para a usina. Em agosto, começaram as operações da fábrica de glicerina refinada da Potencial Biodiesel, com capacidade para produzir 45.000 toneladas do produto acabado por ano. Considerando a produção nacional do mesmo ano, o volume representa mais de um terço do total produzido no país.
As principais matérias-primas utilizadas na fabricação do Biodiesel são o óleo degomado de soja e a gordura animal (sebo bovino e graxa suína), além do óleo de cozinha usado. Anualmente são consumidas cerca de 300 mil toneladas de matéria prima, ambas compradas dentro e fora do estado do Paraná.